Nova Clínica Cirúrgica em Carcavelos

50

O Grupo Joaquim Chaves Saúde inaugurou recentemente a nova Clínica Cirúrgica de Carcavelos, antiga Clínica Europa, num investimento de cerca de 15 milhões de euros. O Grupo explica que este novo espaço vem complementar a “oferta de serviços do grupo, que passa a dar resposta às necessidades cirúrgicas dos clientes com a mesma qualidade e excelência de serviços a que já habituou.”

Este novo espaço de saúde conta com três novos blocos operatórios, equipados com a mais recente tecnologia, e 14 quartos individuais de internamento “que oferecem a segurança, qualidade e conforto necessários no pós-operatório, alguns não só com vista de mar, mas com varandas, para uma recuperação que se deseja completa.”

Para Carlos Carreiras, Presidente da Câmara de Cascais, “este investimento vem reforçar, com uma grande qualidade, a capacidade para prestar cuidados de saúde no concelho, juntando-se ao investimento feito pela autarquia nesta área, que é um pilar fundamental para a estratégia de desenvolvimento de Cascais.”

“Damos uma melhor resposta e a mais pessoas. Aquilo que nos motivou foi fazer melhor, poder atender melhor, com tecnologia mais diferenciada, com instalações mais modernas e esse objetivo foi cumprido”, refere por sua vez José Chaves, presidente do conselho de administração da Joaquim Chaves Saúde.

A Clínica Cirúrgica de Carcavelos conta com serviços que permitem fazer cirurgias menos complexas, que não precisam de cuidados intensivos e com períodos de internamento mais reduzidos.

Entre as cirurgias que podem ser realizadas neste espaço estão operações às cataratas, vitrectomias, cirurgias para a remoção de hérnia, colocação de próteses, entre outras, com destaque para a Latarjet, método indicado para o tratamento da luxuação recidivante do ombro. Este último faz com que a Clínica de Carcavelos seja um dos poucos locais no país a realizar este procedimento inovador, minimamente invasivo e que permite uma recuperação mais rápida.

Ao todo foram cerca de 15 milhões de euros investidos neste espaço entre reestruturação, remodelação de infraestruturas e novos equipamentos.

Entre o dinheiro investido nesta unidade estão 120 mil euros para a substituição de todo o equipamento intensificador de imagem utilizado no tratamento da varicocele por laser, 200 mil euros em novos microscópios para o bloco operatório de neurologia e oftalmologia, que garantem, assim, maior segurança para os doentes, novos ventiladores para o bloco operatório e internamento e uma nova central de esterilização.