Plenário do Conselho Local de Ação Social reune em Carcavelos

12

A Rede Social de Cascais, composta por instituições locais que trabalham no combate à pobreza e a favor do desenvolvimento e inclusão social, reuniu no 51.º Plenário do Conselho Local de Ação Social (CLAS), no dia 16 de dezembro, na Nova SBE, em Carcavelos, no concelho de Cascais.

A Rede Social de Cascais, passa a contar com oito novos membros, aumentando de 119 para 127 as entidades como a Associação Oficina da Compaixão; Clube Futebol Sassoeiros; Rotary Club Parede/Carcavelos; Pensamento Binário, Lda; Associação Social dos Idosos da Amoreira; Internato de São João; Associação Vilacom Vida e Nucleo – Núcleo Interativo de Astronomia e Inovação em Educação – fazem agora parte desta estrutura de governança local.

“Só podemos estar com um sentimento de missão cumprida pelo que fizemos em 2022. O trabalho é para continuar e em 2023 temos grandes desafios, fruto da inflação e de todas as consequências que daí advêm. Tomámos já um conjunto de variado de medidas e estamos preparados para dar apoio às famílias que mais precisarem”, disse Frederico Pinho de Almeida, vereador da Câmara de Cascais.

No plenário foi ainda enaltecido o trabalho da Rede, uma vez que, a 28 de novembro, 17 organizações que a integram receberam o “Selo de Boas Práticas de Intervenção Social”, por parte das plataformas Supraconcelhias da Grande Lisboa e do Oeste – coordenadas pelos Centros Distritais de Segurança Social de Lisboa e Leiria.

No total candidataram-se a este Selo 88 projetos de 7 Conselhos Locais de Ação Social (Amadora, Cascais, Oeiras, Odivelas, Loures, Vila Franca de Xira e Caldas da Rainha), tendo sido distinguidos 43, a maior do concelho de Cascais.

Neste ultimo Plenário de 2022, destacou-se ainda a apresentação da plataforma digital da Carta Social de Cascais e a Digitalização na “Rede Social de Cascais: desafios e agenda para 2023”.