Cascais recebe exposição de artistas emergentes sobre alterações climáticas

12

As dez obras finalistas do Prémio A Arte Chegou ao Colombo vão estar expostas até dia 26 de março, no Centro Cultural de Cascais. Até dia 20, decorre a votação online para eleger o vencedor, que receberá o prémio no valor de 10 mil euros.

As obras dos dez finalistas da segunda edição do Prémio A Arte Chegou ao Colombo, que este ano teve como tema as alterações climáticas e a sustentabilidade, encontram-se em exposição no Centro Cultural de Cascais, desde 19 de fevereiro e até 26 de março.

O prémio, no valor de 10 mil euros, é promovido pelo Centro Colombo e co-organizado pela State of the Art (SOTA), com o apoio da Fundação D. Luís I e da Câmara Municipal de Cascais.

As candidaturas foram avaliadas pelo júri constituído pelos representantes da Fundação Arpad-Szenes Vieira da Silva, da Fundação D. Luís I, do Museu Coleção Berardo, do Museu Nacional de Arte Antiga e do Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, que selecionou os 10 finalistas tendo em consideração a interpretação da temática, conjugada com critérios de originalidade, criatividade, técnica, entre outros.

Durante a exposição das obras finalistas no Centro Cultural de Cascais, decorrerá em simultâneo uma votação no site do Colombo até dia 20 de março.

A escolha do público terá um peso um peso de 40% no resultado, enquanto o voto do júri significará 60% no apuramento do vencedor, que será revelado no dia 27 de março.