Cascais instala ‘Caixotes de Lixo Inteligentes’ para melhorar limpeza urbana e gestão do espaço público

16
Cascais instala 'Caixotes de Lixo Inteligentes' para melhorar limpeza urbana e gestão do espaço público
A Câmara Municipal de Cascais vai instalar 140 “Caixotes Inteligentes” equipamentos que têm como propósito melhorar a limpeza urbana e a gestão do espaço público.

Sob o mote “Deixe o lixo comigo, crie bom ambiente, a autarquia relança os Caixotes de Lixo Inteligentes com uma nova imagem em 140 localizações e amplia a cobertura do território com estes equipamentos.

“Este é o maior número de caixotes de lixo inteligentes num concelho do país, numa iniciativa que se iniciou em 2018 e que tem dado provas de melhorar a eficiência e a gestão da limpeza urbana e do espaço público”, refere a autarquia  em nota enviada à imprensa.

A capacidade de compactação e armazenamento destes caixotes do lixo na via pública reduzem em cerca de 8 vezes as necessidades de recolha. A comunicação dos níveis de enchimento de cada caixote inteligente com a central de dados da Cascais Ambiente faz com que as operações de esvaziamento só ocorram quando a capacidade máxima de armazenamento de lixo está quase a ser atingida, melhorando a produtividade e a pegada ecológica da operação de limpeza. Os caixotes de lixo inteligentes funcionam a energia solar, através de um painel instalado no topo do equipamento.

A imagem agora apresentada, para os 140 caixotes de lixo inteligentes de Cascais, pretende tornar o modo de utilização ainda mais evidente. “Deixe o lixo comigo, crie bom ambiente” é a mensagem principal exposta, para relembrar os munícipes e os visitantes de Cascais, que os resíduos pequenos, como embalagens de alimentos, balões, beatas, guardanapos, copos de papel, beatas e filtros de tabaco, entre outros, devem ser descartados nestes caixotes de lixo inteligentes.

“O objetivo é, acima de tudo, promover a eficiência, o conforto de utilização e a otimizar a nossa capacidade de resposta em alturas de grande afluência, como os eventos ou os dias festivos”, afirma Luís Almeida Capão, Presidente do Conselho de Administração da Cascais Ambiente, empresa pública que gere a limpeza urbana no território.

Para analisar o impacto destes equipamentos relativamente à perceção dos munícipes sobre a limpeza urbana, todos os caixotes do lixo inteligentes têm um QR Code que conduz a um pequeno inquérito de satisfação. Este é um instrumento digital que Cascais tem colocado ao dispor dos seus munícipes para que estes também possam fazer parte da solução.