Dia Mundial da Diabetes – 14 de novembro

7

A diabetes mellitus é uma doença caracterizada pela subida dos níveis de açúcar no sangue (hiperglicemia).

Há vários tipos de diabetes. O mais vulgar é o tipo 2, causado sobretudo por excesso de peso/obesidade, sedentarismo e predisposição genética.

Estima-se que 13,3% da população portuguesa entre os 20 e os 79 anos seja diabética e que 44% não esteja diagnosticada. Os casos de diabetes têm vindo a aumentar em todo o mundo, registando-se 200 diagnósticos por dia em Portugal.

Assintomática no início, a diabetes pode vir a provocar sede, aumento do apetite e da quantidade de urina, e fadiga. Se não for controlada, surgem complicações como perda de visão, má circulação com cicatrização lenta de feridas e eventualmente amputação, insuficiência renal, dormência das mãos e pés, e doença cardiovascular (enfarte e AVC).

O diagnóstico é simples, através de análises ao sangue.

O tratamento da diabetes passa por mudar o estilo de vida, adotar uma dieta saudável e praticar exercício físico. Quando necessário, é prescrita medicação oral e/ou injetável (como a insulina). É fundamental o acompanhamento médico adequado para manter a qualidade de vida e reduzir a morbimortalidade associada à doença.

Mais importante do que tratar a diabetes, é prevenir o seu aparecimento. Praticar exercício físico, ter uma alimentação equilibrada emanter um peso adequado são medidas fundamentais. Deve ainda fazer rastreios regulares com o seu médico, em função do seu risco individual de desenvolver a doença.

Ana Dantas, médica de família na USF S. Martinho de Alcabideche; Matilde Dantas e Ricardo Falcão, Alunos ESQM