Inscrições abertas para as bolsas do Mergulha por Cascais

15

Até 3 de março, estão abertas as inscrições para as bolsas do Mergulha por Cascais.

“Se sempre quis aprender a fazer mergulho e tem vontade de ajudar a limpar o oceano, junte-se ao projeto Mergulha por Cascais.”, convida a Movimento Claro responsável pela organização.

O Mergulha por Cascais promove a atribuição de bolsas de mergulho anuais para o Curso PADI Open Water Diver com uma comparticipação de 80%. As bolsas destinam-se a jovens entre os 18 e os 30 anos residentes no concelho de Cascais que tenham interesse em integrar a nossa equipa de mergulhadores voluntários e que possam participar em pelo menos cinco limpezas subaquáticas.

Para realizar a candidatura, necessita de assinar um compromisso de honra, carta de motivação, cópia do cartão de cidadão, questionário médico e comprovativo de residência e enviar para cascais@movimentoclaro.org.

Os vencedores serão anunciados no dia 8 de março com a cerimónia de entrega das bolsas a decorrer no dia 15 de março no Museu do Mar. Nos dias 16 e 17 de março estão marcadas as sessões de piscina dos cursos de mergulho e nos dias 30 e 31 de março os mergulhos de mar.As limpezas subaquáticas decorrem nos dias 28 de abril, 11 de maio, 8 de junho, 22 de junho, 13 de julho, 27 de julho, 20 de agosto e 21 de setembro.

“Devido às marés, as oito limpezas subaquáticas que realizamos anualmente têm de ser feitas entre Abril e Outubro, por isso, embora a Baía já esteja muita mais limpa do que estava quando iniciámos o projeto em 2021, ano em que retirámos perto de 5 toneladas de lixo, todos os anos quando regressamos, depois de meses sem limpezas, obviamente que já encontramos um pouco mais de lixo do que tinha aquando do último mergulho da edição anterior, por isso o objetivo é manter a Baía de Cascais limpa e prosseguir com a promoção da educação e consciencialização ambiental que este projeto proporciona tanto aos parceiros que o integram, como à comunidade em geral, mas especialmente aos jovens, junto dos quais tem um impacto que será certamente mais relevante para o futuro do ambiente.”, conta ao Notícias de Cascais Pedro Morais Soares, Presidente da JF Cascais-Estoril.

O Mergulha por Cascais é um projeto ambiental inovador criado em 2021 que tem como objetivo através de mergulhos mensais deixar a Baia de Cascais mais limpa com limpezas subaquáticas realizadas entre o final de abril e o inicio de outubro. Para isso conta com o apoio de mergulhadores voluntários entre mergulhadores que recolhem o lixo debaixo d’água, a equipa de Stand-Up-Paddle que transportam o lixo até à equipa de terra que verificam a presença de vida marinha presa nos detritos e separam, pesam e contabilizam o lixo recolhido.

Cada limpeza efetuada é acompanhada de fichas de registo e monitorização de lixo marinho que são partilhadas com todos os parceiros e inseridas numa aplicação que faz a monitorização de recolha de resíduos marinhos a nível mundial.

“Esta é a 4ª edição do “Mergulha Por Cascais”, que desde 2021 já retirou perto de 9 toneladas de lixo do fundo da Baía de Cascais! É sem dúvida um projeto vencedor, não só pelo impacto visível que tem nas águas da Baía, mas também pela união em prol do ambiente de todos os que participam nas limpezas, assim como pelo trabalho de educação e consciencialização ambiental que promove junto das centenas de jovens voluntários e da comunidade piscatória, cuja colaboração neste projeto tem sido fundamental. Já para não falar da comunidade em geral, que não raramente, quando passa e nos observa em plena ação, fica curiosa e depois de se integrar do que estamos a fazer, acaba por se juntar, ajudando os voluntários de terra a recolher e separar o lixo apanhado pelos mergulhadores voluntários e trazido pelos voluntários de stand-up-paddle. Já houve vários que no mesmo dia se inscreveram e se tornaram voluntários oficiais da Claro Cascais.”,

“Só em 2023 tivemos 59 mergulhadores diferentes a participar nas limpezas subaquáticas, sendo que destes 59, 31 eram novos participantes que nunca tinham feito uma limpeza subaquática no âmbito do projeto Mergulha por Cascais. E voluntários de terra e SUP tivemos um total de 71 voluntários, dos quais 49 eram novos participantes.”, recorda.