Auxiliares de Saúde do Hospital de Cascais em greve 1 de março

19
Hospital de Cascais em greve

Os Auxiliares de Saúde do Hospital de Cascais, em consonância com o Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas, anunciaram uma paralisação programada para a próxima sexta-feira, 1 de março.

A greve está agendada para começar às 8h00 a estender-se até às 00h00, com os trabalhadores a concentrarem-se em frente ao hospital às 10h00.

Conformo a CMTV, de acordo com o comunicado prévio, os funcionários estão demandando uma “negociação imediata e eficaz de um acordo coletivo que garanta 35 horas semanais para todos os colaboradores, além de carreiras profissionais justas e respeitadas, cumprimento dos horários de trabalho, contratação de pessoal e operacionalização dos serviços, transição para a Carreira Especial dos Técnicos Auxiliares de Saúde, e a integração do Hospital Cascais no âmbito do SNS, salvaguardando todos os direitos dos seus funcionários, bem como a resolução dos problemas laborais, incluindo a contabilização do tempo de serviço para todos os fins legais”.

Após a reunião entre o Sindicato e os representantes da administração hospitalar em agosto do ano anterior, na qual foram discutidas e procuradas soluções para as preocupações dos colaboradores, ficou acordado um novo encontro para outubro. Entretanto, esta segunda reunião nunca ocorreu.

“Num completo desrespeito pelo compromisso previamente estabelecido, e mesmo após repetidos apelos do Sindicato, a direção do Hospital permanece em silêncio. Esta falta de resposta e quebra de compromisso são indicativos da postura pouco democrática e do desinteresse em resolver as questões dos funcionários, uma conduta que tem caracterizado a atuação desta administração”, conforme mencionado no comunicado.