Teresa Lopes Ribeiro: Uma Mensagem no Dia Internacional da Mulher

11
Dia Internacional da Mulher

“Nunca desistam dos vossos sonhos, nunca deixem de lutar, pois só assim irão trazer mais cor a este mundo em que vivemos.” – Teresa Lopes Ribeiro da Junta de Freguesia de Alcabideche

O Dia Internacional da Mulher é um dia de celebração e conquistas. Celebramos a
afirmação de todas as mulheres e as conquistas pelo progresso feito para alcançar a
justa luta pela igualdade de género, independentemente dos contextos étnicos,
culturais, socioeconómicos e políticos. Uma data marcante pela luta das mulheres que
procuravam melhores condições de trabalho, igualdade de direitos civis e o próprio
direito ao voto.

Estando o país em véspera de eleições, é importante refletir sobre o papel da mulher
na política. Infelizmente temos uma baixa representação de mulheres em cargos de
chefias, e neste caso na área política, apesar de ter existido a consciência desta
desigualdade e terem sido tomadas medidas, de modo a promover a
representatividade feminina, com o propósito de solucionar este problema de cariz
social e cultural, de uma forma mais rápida e eficaz. As mulheres no poder local,
quando se trata da composição das listas, ainda existe alguma desigualdade,
cumprindo na sua maioria pelo mínimo de acordo com a Lei da Paridade.

Mas, nós mulheres não gostamos nem somos de baixar os braços, e continuaremos a
lutar pela legitimidade dos nos lugares, mesmo com todos os obstáculos que vamos
encontrando pelo caminho. Somos nós mulheres a quem cabe o conseguir conjugar a
vida familiar, vida profissional, e a dedicação a todas as causas, sejam elas políticas ou
sociais. Nós mulheres, não podemos permitir que coloquem em causa todas as nossas
capacidades, as nossas qualificações, e é fundamental que, no que diz respeito à
igualdade de género, possamos ter acesso a qualquer cargo seja ele público ou
privado. Temos de nos fazer ouvir, temos de ter voz perante aquilo em que
acreditamos por forma a contribuir para melhorar o mais rapidamente possível a
qualidade da democracia.

Eu sou mãe, tia, madrinha, filha, dona de casa, esposa, profissional… e num mundo de
aparências em que ser mulher é uma missão, onde num mundo de aparências em que
ser fiel ao nosso verdadeiro reflexo por vezes é difícil, é neste mesmo mundo de
aparências que somos nós mulheres que marcamos a diferença por sermos fiéis a nós
próprias, por mantermos a luz e o sorriso, porque nós somos umas guerreiras! Nunca
desistam dos vossos sonhos, das vossas ambições, daquilo em que acreditam, nunca
deixem de lutar, pois só assim irão trazer mais cor a este mundo em que vivemos. Feliz
Dia Internacional da Mulher!