Câmara de Cascais aprova aquisição de 79 casas e reabilitação de 73 prédios

8
Câmara de Cascais aprova aquisição de 79 casas

Em reunião da câmara realizada nesta terça-feira, Cascais aprovou a aquisição de 79 casas e frações imobiliárias no município, bem como o início de obras para reabilitar 73 prédios destinados à Habitação Social. Este empreendimento representa um investimento de 330 milhões de euros até 2028.

“Este é o maior e mais ambicioso plano de habitação que Cascais conheceu, mesmo considerando o Plano Especial de Realojamento, iniciado em 1993. Temos vindo a efetuar um planeamento consistente e estratégico e uma gestão muito rigorosa com apreciáveis aquisições de terrenos. Estamos, assim, preparados para concretizar com forte vontade política, habilitados com os instrumentos financeiros e com capacidade técnica, no município, para liderar esta grande reforma na habitação pública colocando Cascais como referência no país”, afirmou Carlos Carreiras, Presidente da Câmara Municipal de Cascais.

A Estratégia Local de Habitação de Cascais, na qual se insere este projeto, conta com financiamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), através de um acordo estabelecido entre a Autarquia e o Instituto de Habitação e da Reabilitação Urbana (IRHU), num montante de 162 milhões de euros.

Além da aquisição e reabilitação de imóveis, o acordo prevê ainda a construção de novas habitações e a compra de terrenos, totalizando um investimento de €330 milhões até 2028.

Com este acordo, assinado com o IRHU em 2022, Cascais intensifica os esforços para fornecer soluções habitacionais diversificadas e acessíveis a todos os segmentos da população, desde jovens a famílias em situação de vulnerabilidade económica e social, bem como à classe média afetada pelo aumento dos custos da habitação, pessoas com deficiência e pessoas em situação de sem-abrigo.